in

Máscara anti-covid do CSIC espanhol melhor do que o FFP2 já à venda

Máscara anti-covid do CSIC espanhol melhor do que o FFP2 já à venda

Fabricadas em nanofibras, 60 vezes mais finas que o conteúdo padrão, as máscaras anti-covida-19 são reutilizáveis e podem ser esterilizadas durante dois dias inteiros. José María Lagarón, o director da equipa que as criou, explica que o biodegradável e o viricida PPE estarão no mercado nas próximas semanas, tal como as máscaras cirúrgicas antimicrobianas para crianças.

As novas EPI anti-covid-19 CSIC (Conselho Nacional de Investigações Científicas) com segurança do tipo nominal FFP2 já está disponível. Através do seu website e de um distribuidor online, a empresa de base tecnológica que os fabrica, Bioinicia, uma spin-off do CSIC, tem vindo a vendê-los desde a semana passada. Desde esta semana, uma loja da Amazon também os vende.

Para as vendas de embalagens completas, o preço para indivíduos é de 2,5 euros por máscara, o que inclui 50 unidades.

As máscaras de anti-covid-19 são semelhantes às máscaras do FFP2, mas ainda não podem ser identificadas como tal. “A diferença entre um FFP2 e um anti-covid-19 é que o primeiro foi avaliado com todas as medidas da norma europeia EN149 e o segundo com a mesma norma, mas abreviado a fim de proteger a população da covid-19”, explica o director do projecto José María Lagarón.

A certificação abreviada foi aprovada porque “os organismos de certificação entraram em colapso durante a pandemia e não havia material de segurança disponível; assim, a UE concordou em adoptar uma norma abreviada com os testes essenciais desta norma, a fim de acelerar e assegurar que as máscaras de sucesso fossem certificadas contra o coronavírus ao mesmo tempo”, especifica o cientista. As 19 máscaras anti-covírus forneceram valores de FFP2.

Entre as suas principais vantagens em relação a outros produtos relacionados estão o seu maior tempo de utilização (por agora, até 48 horas), a sua leveza, e a capacidade de dissipar o calor registado na literatura;

São feitos de material filtrante avançado à base de nanofibras produzido por investigadores do Instituto de Agroquímica e Tecnologia Alimentar (IATA-CSIC), liderado por Lagarón.

Desde a semana passada, são vendidos na Internet pela empresa de tecnologia que os fabrica, Bioinicia, um spin-off do CSIC

“Temos um compromisso de responsabilidade social com os distribuidores. Reduzimos o preço máximo que podem cobrar para que a situação de pirataria distributiva não volte a ocorrer”, explicou ao SINC Lagarón.

A principal vantagem do anticovídeo-19 é que o peso é 60 vezes mais leve do que o tradicional. “Torna-os mais pequenos e mais leves”, diz o director do projecto. A empresa espanhola planeia introduzir bens no mercado de forma constante e, ao mesmo tempo, aumentar o potencial de produção.

 

Como saber se os ovos expirados ainda podem ser comidos 1

Como saber se os ovos expirados ainda podem ser comidos

+300 nomes para jogos: nicks legais, engraçados, apropriado e criativos 3

+300 nomes para jogos: nicks legais, engraçados, apropriado e criativos